Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Paulinho (da feira para a montra)

por Hugo Sampaio, em 06.06.16

 

 

 

Portas é um habitué da negociata, do facilitismo e do amiguismo. Há muito que serve de facilitador para negócios entre amigos e comparsas. 

Desde a sua primeira passagem por um governo que Paulo Portas é perseguido por manchetes e por um cheirinho a promiscuidade. Desde Portucale, Moderna, Submarinos a Vistos Gold, tudo cabe no invejável curriculum de Paulo Portas. 

A dança das cadeiras não poderia continuar sem tocar no Paulinho. 

Portas é convidado para a Mota Engil depois de ter liderado, como ministro dos negócios estrangeiros, várias missões em que a Mota Engil participou. É ilegal? Não. Deveria ser? Sim. Pelo menos eu acredito que sim. Já que a idoneidade não faz ex detentores de cargos públicos migrarem para empresas privadas enriquecendo-as com conhecimentos e contactos que adquiriram nos seus cargos que seja a lei a garantir a transparência.  

Alguém duvida que Paulo Portas foi contratado por causa dos conhecimentos que adquiriu e dos contactos que fez enquanto membro de um governo?

Por isso mesmo é que devemos discutir e voltar a trazer a debate a alteração do regime de titulares de cargos públicos. 

Por situações como esta, como a de Maria Luís Albuquerque e tantas outras. Por serem tantas as situações injustas, imorais e inaceitáveis. 

 

 

PS: Portas também vai voltar ao comentário politico lavando a imagem que tanto tem borrado enquanto critica as politicas de outros, tentando fazer esquecer que também ele foi membro de executivos com pastas manchadas por si.  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34

A blink to the boys

por Hugo Sampaio, em 10.04.15

"A melhor forma de reduzir os ‘boys’, é reduzir os ‘jobs’" diz Pedro Mota Soares quando confrontado com o facto de em 14 nomeações para os Centros Distritais de Segurança Social 11 serem militantes do PSD e 3 do CDS. Pedro Mota Soares está já bem habituado a ajudar a reduzir jobs mas não para os boys, só para os comuns portugueses. É também um autentico profissional a esconder os verdadeiros números do desemprego colocando desempregados em cursos ou a trabalhar em estágios beneficiando as empresas privadas à custa das exploração dos desempregados.

De nomeação duvidosa em nomeação duvidosa vamos vivendo tempos de descaramento total em que os cargos públicos são distribuídos como se de uma coligação se tratasse, 11 para mim 3 para ti, uma distribuição das cadeiras pelos partidários sem o menor respeito pelo mérito dos concorrentes mas olhando ao cartão de filiação num ou noutro partido.

Ficamos a saber também por estes dias que o governo nomeou um gestor para gerir fundos comunitários, gestor esse que foi chumbado pela Cresap.

Parece que a Cresap não tem grande função. Ou escolhe boys do governo ou quando chumba um deles o parecer é ignorado e o candidato é escolhido à revelia. Parece ser uma comissão criada para tentar lavar a cara das nomeações feitas sempre por debaixo da mesa.

 

Nomeados (original em Esquerda.net)

 

Braga

Rui Miguel de Meira Barreira

CDS

Ex-assessor do grupo parlamentar do CDS, deputado municipal em Guimarães e ex-líder da concelhia do CDS de Guimarães; nomeado entre 25 candidatos.

Bragança

Martinho Eduardo Nascimento

PSD

Vice-presidente da mesa da Assembleia Distrital do PSD; nomeado entre 10 candidatos.

Castelo Branco

 António de Melo Bernardo

 PSD

 Candidato pelo PSD no círculo de Castelo Branco em 2005; nomeado entre 16 candidatos.

Beja

 Helena Maria Fernandes Branquinho Morgado Barreto

 CDS

 Militante do CDS; nomeada entre 26 candidatos.

Coimbra

 Ramiro Ferreira Miranda

 PSD

Notas: Ex-deputado municipal eleito pelo PSD em Condeixa-a-Nova; nomeado entre 14 candidatos.

Évora

 Sónia Cristina Silva dos Ramos

 PSD

 Vice-presidente da distrital de Évora do PSD até novembro de 2011; nomeada entre 19 candidatos.

Guarda

Jacinto Dias

PSD

Presidente da Junta de Freguesia de Panóias de Cima. Ex-vereador da Câmara Municipal da Guarda e ex-líder da concelhia da Guarda do PSD; nomeado entre 18 candidatos.

Leiria

Maria do Céu Costa Bogalho Mendes

PSD

Integrou a lista do PSD à Câmara Municipal de Leiria; nomeada entre 19 candidatos.

Lisboa

Maria do Céu Costa Bogalho Mendes

Partido: PSD

militante do PSD; nomeada entre 33 candidatos.

Santarém

Tiago Sampaio e Melo Marques Leite

CDS

Ocultou do CV que fora candidato a presidente da Câmara de Santarém e candidato a deputado em 2011 pelo CDS. Até dezembro de 2011 foi chefe de gabinete do secretário de Estado Filipe Lobo D'Avila, indicado pelo CDS; nomeado entre 23 candidatos.

Portalegre

João Carlos Vintém Laranjo

PSD

Diretor distrital da campanha de Passos Coelho nas legislativas de 2011 e foi presidente da concelhia do PSD de Portalegre; nomeado entre 10 candidatos.

Viseu

Armindo Telmo Antunes Ferreira

PSD

Presidente da Câmara Municipal de Vouzela durante 11 anos; nomeado entre 25 candidatos

Viana do Castelo

João Paulo Coelho Órfão

PSD

Vice-presidente da concelhia do PSD de Viana do Castelo; nomeado entre 30 candidatos.

Vila Real

 José Augusto Borges Rebelo

 PSD

 

Noticias:

Jornal de negocios

Publico

Esquerda.net

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

Marques Guedes e Cavaco Silva LOvE 4ever

por Hugo Sampaio, em 15.03.15

Marques Guedes em entrevista ao Público diz coisas. Diz por exemplo que Portugal tem imprensa livre e que permite o escrutínio, não podemos é de deixar de dizer que nessa mesma imprensa livre cerca de 95% dos comentadores são ex ministros ou deputados dos partidos do arco da governação limitando o tal escrutínio que o ministro fala. Como podemos ver no índice de liberdade de imprensa também não há assim uma imprensa completamente livre.

Quanto aos avanços na transparência e combate à corrupção não produziram efeitos significativos, não chega a ministra da Justiça dizer que acabou a impunidade.

Após dizer muitas coisas como "a constituição não é uma vaca sagrada" diz também que o melhor presidente da república desde o 25 de Abril foi Cavaco Silva e que se revê no perfil do presidente. Acho que depois desta frase está tudo explicado. Marques Guedes não está aqui a enganar ninguém, é um Cavaquista e como tal um defensor da finança, das amizades com casos BPP, BPN e Bes e um amante da austeridade fofinha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:50

Passos amor, é o teu lado lunar

por Hugo Sampaio, em 14.03.15

O lado Lunar de Passos Coelho --Link

 

Um bom rapaz

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:30

Olha a Máscara!

por Hugo Sampaio, em 25.02.15
Olha a máscara Costa olha a máscara

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:13

2015, mudança ou nem tanto?

por Hugo Sampaio, em 03.01.15
2014 foi duro, foi um mar cheio de tormentas e intempéries, passamos pelas mordaças da austeridade que teimam em não nos largar e não nos largarão enquanto não formos capazes de romper com este arco governativo. Muitos continuam eternamente presos ao desemprego, outros agarrados a situações de trabalho precário com estágios intermináveis ou com remunerações inferiores ao permitido por lei trabalhando ilegalmente e sem condições para poderem por o "pão na mesa". Muitos vivem situações de pobreza extrema, passam extremas dificuldades, passam fome e muitos desses são nossos primos, nossos amigos, vizinhos...

Até quando?

2015 não será um ano de mudança mas um ano de desafios. Passaremos possivelmente por uma ilusão de recuperação económica devido a ser um ano de eleições e sabemos que estes anos são sempre atípicos, cabe aos portugueses não caírem nas mentiras e rasgar com as amarras da austeridade.

A direita afirma que o caminho é este e que a austeridade resulta e resulta mesmo, mas só para alguns e é certo pois vemos que Portugal é dos países mais desiguais em que mais de metade de toda a riqueza concentra-se em 10% da população, e durante 2014 esses "ricos" enriqueceram ainda mais mesmo tendo sido a bolsa portuguesa a quarta com pior prestação em todo o mundo durante o ano de 2014 caindo cerca de 27%.

Será mesmo 2015 o ano da mudança?

Deixo o desejo que seja mesmo um ano que conseguimos realmente romper com a politica da austeridade, do amiguismo, dos boys e com a politica do "arco da corrupção".

Beijinhos na barriga e bom ano

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:14

In correção factual

por Hugo Sampaio, em 25.09.13

Se há alguma coisa que me magoa mais que uma valente carga de porrada é o descaramento de algumas pessoas que conseguem mentir enquanto ocupam cargos de direção de um país. Esse é o nosso grande problema, o descaramento com que se mente, o descaramento com que se fazem negociatas com dinheiros públicos, o descaramento com que se riem da cara dos portugueses quando são chamados a comissões parlamentares, o descaramento com que se coloca o interesse privado e o lucro de amigos acima do bem estar dos portugueses. Custa ainda mais quando alguns portugueses que são prejudicados todos os dias por estas pessoas ainda conseguirem ir entregar-lhes o seu voto, dando-lhes a confiança para continuar. Toda a gente tem uma ideia do que se passa, todos falam no café, nos transportes, no trabalho, mas no final, na hora de colocar a cruz no quadradinho cedem ás campanhas das t-shirts, das canetas e, em alguns sítios dos frigoríficos.

Estes últimos anos em Portugal têm sido escandalosos. Começando pela licenciatura do antigo primeiro ministro José Sócrates, passando pela falsa licenciatura de Miguel Relvas e todas as suas negociatas incluindo o atual primeiro ministro Pedro Passos Coelho (http://www.youtube.com/watch?v=0MN9Jd6WRMM) e não esquecendo que o líder do maior partido da oposição António José Seguro foi um dos "professores" de Miguel Relvas, não podemos também esquecer Paulo Portas com o caso moderna, o caso dos submarinos e a irrevogabilidade da sua demissão. Na lista incluímos também a atual ministra das finanças Maria Luís Albuquerque e o mar de mentiras do caso swap que a ministra teima em dizer que não teve nada a ver com isso mas existem documentos que a ligam aos negócios. Temos agora uma das mais recentes aquisições deste governo, Rui Machete, que parece que afinal teve ações do BPN mas existiu uma incorreção factual que o levou a dizer ao parlamento que não tinha ações nenhumas. Convém recordar que Rui Machete foi ministro de Cavaco Silva que por acaso é amigo de Oliveira e Costa (ex-presidente da administração do BPN) e de Dias Loureiro (também ligado ao BPN).

Estes casos apertam-me o peito, porque ao contrario dessas pessoas eu tenho sentimentos, a mim custa-me ver estes "donos" do país a esbanjar milhões em negociatas enquanto dizem que temos de apertar o cinto, enquanto cortam pensões, enquanto aumentam impostos, enquanto fazem despedimentos à cega, enquanto cortam na saúde e na educação. Custa-me a única perspetiva de futuro que um jovem pode ter ser a emigração, custa-me o descaramento, custa-me a mentira, custa-me a ironia....Custa-me este amado mas doente Portugal

 

https://www.youtube.com/watch?v=PU7Aajs3sTQ

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:06


Mais sobre mim

foto do autor



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D