Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Rendas para privados, a sangria do estado

por Hugo Sampaio, em 26.07.15

 

 

 

A ideologia continua a marcar fortemente as decisões políticas deste governo levando muitas vezes, se não a maior parte delas, a perdas para o estado. Para os próximos três anos letivos os contratos de associação passam a incluir mais 656 turmas que aumentarão as transferências para os privados em cerca de 53 milhões. É sempre de estranhar este aumento de custos com os privados quando o próprio ministro Nuno Crato diz que há um menor número de alunos, desculpa que usa para justificar o despedimento de professores.
Em outros anos estes contratos só seriam feitos quando não existiam escolas públicas na área de residência, hoje, prevalece o interesse e a ideologia fazendo contratos destes mesmo existindo escolas públicas na mesma área esvaziando essas escolas e entregando o ensino aos privados. Esta ideologia ruinosa está a levar a destruição do ensino em Portugal.
No total existem 1732 contratos com um custo na ordem dos 140 milhões, um custo superior ao das escolas públicas visto que as transferências para o privado são superiores.
Manuel Pereira, da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), defende que "se os pais têm um estabelecimento público perto de casa, mas preferem um privado, então, paguem. Não tem que ser o Estado, que somos todos nós, a fazê-lo".
Mário Nogueira, da Fenprof, afirma que "o Estado paga por uma turma com contrato de associação mais do que por uma pública. Só com estas 656 turmas, irá pagar aos privados mais três milhões e 617 mil euros do que pagaria se as turmas ficassem em escolas públicas".
Este governo continua contrato após contrato, dia após dia a esvaziar os cofres e a destruir o estado em benefício de uns quantos privados, é cada vez mais urgente acabar com esta sangria. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:50



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D