Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Imagem quem diga que o processo de concessão dos ENVC é totalmente transparente, concordo. Toda a podridão está à vista e já se consegue ver o fundo, o monte de areia no fundo do rio onde os estaleiros vão bater.Olhando só para os números actuais dos estaleiros e para o valor anual que se vai receber com a concessão dos estaleiros tudo parece lindo e cor de rosa, cheio de purpurinas e cortinados jeitosos, mas não, na realidade não me parece nada bem que se entregue os estaleiros por cerca de 7M€ pelo total da concessão tendo que pagar 30M€ em rescisões, não esquecendo que o estado tem ainda que pagar o fundo de desemprego a esses trabalhadores e, ao serem contratados o estado ainda irá assumir a tsu desses trabalhadores, ou seja não são 30M€ mas sim muitos mais.Claro que os estaleiros são obrigados pela união europeia a pagar uma verba muito avultada ao governo e que sendo extinta a empresa essa verba esfuma-se, mas eu gostaria de saber se não podia o estado fazer essa manobra fechando os ENVC e abrindo outra empresa estatal? Não podia o estado obrigar a empresa dos submarinos a investir o valor nos ENVC que estão obrigados contratualmente e nunca cumpriram? O estado acredita mesmo que os privados se interessam por empresas que não têm potencial? É assim tão necessário entregar os estaleiros a uma empresa que tem provavelmente uma divida maior que os ENVC? E porque é que não se criou uma linha de crédito para os estaleiros se financiarem com os 4M€ que necessitavam para comprar material? Porque não foi o aço produzido na siderurgia nacional a crédito? Porque estava a direcção dos estaleiros proibida de procurar clientes? Se a gestão foi danosa onde estão os processos contra os anteriores gestores?   Há tantas e tantas perguntas que necessitam de resposta e a nós, aos que acreditam em empresas geridas pelo estado e não por empresas privadas só com interesse no lucro, resta-nos ir lutando com a esperança que um dia estas negociatas feitas em becos escuros e sempre a olhar de soslaio tenham um fim bem diferente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:52



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D